otimizar processo de vendas

Como as soluções de mobilidade corporativa podem ajudar a otimizar o processo de vendas?

O ambiente corporativo vem sendo profundamente modificado pela transformação digital. Se a presença dos dispositivos móveis pode ser notada em cada momento do nosso dia a dia, essa mudança também já é uma realidade dentro das empresas. E há formas interessantes de se beneficiar disso!

Buscar soluções para otimizar o processo de vendas utilizando a tecnologia é parte da rotina de qualquer gestor de operações.

Pensando nisso, este post tem o objetivo de esclarecer as dúvidas sobre mobilidade corporativa, mostrando como ela pode ser uma importante aliada no desafio de melhorar a rentabilidade dos negócios.

O que é mobilidade corporativa?

Em meio à evolução tecnológica pela qual estamos passando, diversos setores tiveram que se adaptar às novas demandas do mercado e às exigências dos consumidores, que são maiores que nunca. Entretanto, também surgiram várias possibilidades para uma atuação que faz da inovação um fator que gera valor para os negócios. A mobilidade corporativa é um bom exemplo disso.

Muito mais do que simplesmente preconizar o uso de smartphones e tablets no ambiente empresarial, esse conceito visa otimizar diversas práticas dos profissionais, independentemente da área de atuação. Como os processos de venda são caracterizados por uma forte relação entre as demandas do consumidor e a resposta que a empresa dá a elas, a mobilidade corporativa vem se tornando um diferencial importante.

Quando aplicada com inteligência, essa estratégia permite a automatização de processos e traz eficiência e produtividade aos negócios. Isso é possível, pois os profissionais do setor passam a contar com informações estratégicas na palma da mão, em tempo real.

O resultado é aumento de produtividade e facilidade na tomada decisão. Consequentemente, o processo de venda deixa de ser algo totalmente dependente do feeling do vendedor para se estruturar em torno de informações relevantes e confiáveis.

Por que ela é tão importante para os negócios?

A transferência e a padronização do foco dos processos de vendas é uma questão crucial do negócio. Isso não quer dizer que o vendedor se torna simplesmente alguém que acessa um banco de dados e busca respostas prontas, mas que seu trabalho é qualificado a um nível extremamente alto de resultados.

Suas decisões se tornam mais certeiras com o suporte de uma tecnologia que guia o trabalho com base em informações realmente relevantes.

Os impactos podem ser sentidos em toda a empresa. As vendas são responsáveis pela sobrevivência do negócio, já que são elas que possibilitam o retorno financeiro esperado, conforme os investimentos planejados. A otimização desses processos faz mais do que aumentar a comercialização: ela torna a margem entre investimento e retorno muito maior.

Assim, cada centavo investido por sua empresa na execução dos processos gera lucros maiores. Seus vendedores se tornam mais eficientes e capazes de melhorar as técnicas que utilizam. Afinal, assim eles são capazes de fazer algo extremamente importante para os clientes: tratá-los de maneira mais pessoal.

Hoje, as pessoas não querem mais ser vistas como números nem passar por atendimentos padronizados. Elas querem produtos e serviços customizados e comunicação fácil, rápida e eficiente, que entrega imediatamente as informações buscadas.

A mobilidade corporativa coloca essas informações na mão dos vendedores. Assim, antes mesmo da abordagem, eles sabem que tipos de mercadorias determinada pessoa costuma comprar, quais as condições de pagamento mais satisfatórias para ela, que campanhas podem gerar mais interesse, entre outros.

Você deve ter em mente que os rápidos avanços tecnológicos e a mudança de atitude do consumidor tornaram o mercado muito mais competitivo. Atualmente, investir em mobilidade corporativa é uma verdadeira questão de sobrevivência.

E para você encontrar uma ferramenta que otimize esses processos na sua empresa, entenda, a seguir, o que você deve esperar dessa solução tecnológica.

Quais as principais funções que uma ferramenta de mobilidade deve ter?

Em geral, as empresas buscam algumas características específicas na mobilidade corporativa. Elas esperam que essas soluções sejam, por exemplo:

  • armazenadas em nuvem;
  • integradas facilmente com outros sistemas (ERP, CRM, BI);
  • multiplataforma (ou seja, que funcionem em Android, iOS, na Web);
  • contemplem várias opções de idioma;
  • híbridas (online e offline);
  • implementem o conceito de hierarquias, de estrutura comercial, clientes e produtos;
  • aderentes ao processo e ao modelo de negócios da empresa;
  • capazes de refletir as boas práticas do mercado e do segmento, otimizando o trabalho do vendedor com uma interface intuitiva;
  • facilmente customizáveis (possibilitem manutenção/configuração rápida ou um ciclo de projeto bem ágil);
  • preditiva (através da análise dos dados coletados, antecipar eventuais problemas e direcionar a ação para a melhor solução);
  • fiéis aos padrões de segurança da informação.

Todos esses pontos podem ser diferenciais importantes para o sistema da empresa. Entretanto, quando falamos de processo de venda e suas funcionalidades, por mais que se trate de um tema comum nas corporações, cada um tem sua particularidade, seu próprio fluxo. Por isso, a solução adotada deve refletir a realidade de cada negócio.

Como a mobilidade ajuda a otimizar processo de vendas?

Hoje, as empresas têm muitos dados no ERP, no CRM, na nuvem, ou mesmo em planilhas, e é importante transformá-los em informações realmente úteis para os vendedores. A partir do momento em que a empresa possui um processo bem definido, a solução se torna um assistente virtual de vendas, auxiliando o profissional a atingir os objetivos estabelecidos.

Os gestores, por sua vez, também são beneficiados pela facilidade de acesso a essas informações. Além de um controle maior sobre as operações, eles passam a dar o suporte necessário para que a sua equipe feche mais vendas.

O WinTheMarket (WTM), por exemplo, apresenta em seu design ferramentas que otimizam a gestão que o vendedor faz da sua performance. Ele tem acesso a um painel que reflete o seu planejamento, no qual são apresentados as metas do dia, os objetivos gerais, as promoções vigentes, os lançamentos de produtos, os indicadores a serem atingidos, etc.

Com isso, o profissional não só tem acesso a informações práticas, mas também pode adequar constantemente sua própria estratégia. Assim, além da etapa de planejamento, ele pode acessar a de execução, que reflete os processos do cotidiano, para que ele atue com foco naquela atividade específica, sem se preocupar com as demais tarefas futuras.

As equipes de vendedores em campo, por exemplo, podem ter uma rota do dia. A partir do momento em que os profissionais acessam o roteiro, podem ser orientados e guiados de acordo com os clientes mais próximos, tudo isso com base no planejamento criado na ferramenta. A gestão de prazos, por conseguinte, também é melhorada.

Para isso, a ferramenta mostra o tempo indicado para cada visita, conforme a quantidade de clientes que precisam ser atendidos em determinado período. E vale destacar que a empresa, com o acesso a informações dos clientes, pode cadastrá-los em tempo real e adicioná-los ao planejamento de cada vendedor.

Assim, cada oportunidade que surge pode ser inserida prontamente no funil de vendas. A ferramenta permite acessar informações estratégicas do cliente, os dados de contato, o endereço, as últimas notas emitidas, a situação das solicitações (se estão ou não em aberto, por exemplo), os pedidos sugeridos para certo perfil de cliente, as campanhas, a margem de rentabilidade, etc.

Durante o atendimento, por exemplo, o vendedor pode acessar as informações e, assim, ter um insight relacionado a uma sugestão de produto que ele julga ser relevante.

A ferramenta ajuda a analisar se é interessante uma compra do mesmo produto vendido anteriormente ou se é melhor tomar como base a média das últimas aquisições. Se o cliente tem uma contagem de estoque disponível para sua empresa, ela também é considerada e pode se transformar em uma sugestão de pedido.

Toda a estratégia relacionada ao atendimento, ao acesso aos clientes, aos preços e aos demais fatores do processo de vendas é aperfeiçoada por esse tipo de ferramenta. O tempo do vendedor é otimizado, assim como os seus esforços junto aos clientes.

A mobilidade corporativa oferece um grande potencial para otimizar processo de vendas. Faça uma avaliação em sua empresa e veja como ela aumenta a fidelização de seus clientes!

Gostou do post? Então, acesse e siga nossos perfis no Facebook, no YouTube, no LinkedIn e no Twitter e fique por dentro do mundo da tecnologia.

Um grande abraço,

Helder Freire

Arquiteto de Soluções na MC1

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

teste